Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Canduras

A sensibilidade melancólica de um sorriso simples. Um mundo cheio de nadas e nadas cheios de mundo que preenchem paredes cheias de sonhos.

Canduras

A sensibilidade melancólica de um sorriso simples. Um mundo cheio de nadas e nadas cheios de mundo que preenchem paredes cheias de sonhos.

Canduras 101

por Ana Luisa, em 04.11.12

Estou realmente a apaixonar-me pelo Canduras. 


Isso faz-me recordar o porquê de o criar. O nome, Canduras vem daqui . Não, não é esta a música. Mas não consegui encontrar a Canduras Agruras, que é a origem do nome, mas esta é igualmente importante. O Valter Lobo é uma pessoa fantástica, procurem por ele por aí.

Após várias conversas abertas em várias aulas de diferentes cadeiras que tive, decidi que tinha que pôr mãos à obra e fazer algo com o meu amor por escrita, com o meu amor pelas coisas. Hoje em dia seguir Comunicação Social é um risco, um lugar marcado no Centro de Emprego. Qualquer futuro jornalista/pivôt/profissional de rádio tem que estar ciente de que o caminho não vai ser fácil. Senti, após reflexão, que estava a desperdiçar palavras escritas em variados blogs com pseudónimos meus e pela primeira vez senti-me preparada para começar uma aventura às claras. 

Depois de um concerto de Valter Lobo, numa dessas tardes chuvosas de Outono a palavra Canduras ressoava-me na mente e através dela criei um espaço meu para mim e para os outros. Assim tenho um bote expiatório que é mais um cartão de visita para mim mesma e para o meu trabalho. Ter um blog pessoal presente num Currículo? Claro que sim! É mais uma maneira de mostrar criatividade, iniciativa e originalidade, se levado a sério. Não tenciono reconhecimento ou lucro, só tenciono tornar útil tudo o que a minha cabeça produz. E esta pareceu-me a melhor forma de o fazer e expôr. 

Espero que o Canduras vos traga tanta felicidade como me trouxe a mim desde o primeiro post.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo